Página de Walter Eudes

06/12/2009

Aborto e catolicismo ortodoxo

Filed under: 1 — waltereudes @ 03:39

Respeitemos os preceitos religiosos, estão há séculos, milênios sendo ritualizados na humanidade. D’um tempo em que à fé, à Deus tudo ou quase tudo era atribuído. No caminhar da raça humana, diversas atribuições dos seres humanos foram se aperfeiçoando a ponto de se rever muitos conceitos e funções do que está reservado a Deus. Sabe-se bem hoje em dia por exemplo, que a chuva pode ser interpretada como fenômeno natural bio-físico-químico ou que uma infecção grave a um indivíduo é sarada por uma intervenção antibiótica e leva a cura, pura ação humana, ao certo Deus presente, mas não só Ele. Daí que em pleno século XXI com todo evoluir do saber humano, soa-se ridículo por todos os dogmas religiosos, muitos já caducos, acima dos enunciados científicos e humanistas; bem como é seríssimo erro ignorar os tabus e ritos religiosos seculares ou mesmo milenares. Ora, busque-se um bom senso! Ao episódio recente envolvendo o alto clero católico pernambucano, sobre aborto que fez uma criança de Alagoinha-PE, vítima de estupro, ficamos um tanto incrédulos ao posicionamento deste clero, mais ainda por ter mobilizado o clero, ou tentado mobilizar ação judicial para interromper o aborto, este, diagnostificado por equipe médica de referência em PE (do IMIPE) como de altíssimo risco de vida à criança grávida. Deveria lembrar o alto clero pernambucano de quantas vidas de crianças e mães salvam estes mesmos médicos e médicas todos os dias no IMIPE antes de lhes rituarem como inimigos da vida. A excomunhão de médicos do CISAM que fizeram o aborto na vítima de estupro pode ser interpretada como um ataque moral aqueles médicos cabível de ação na justiça comum com fins de reparação. Também é ataque à norma estatal vigente e a todo um enunciado científico da medicina. A igreja não está acima do estado – nem é uma instituição medíocre na sociedade brasileira, está intrínseca na formação de Pernambuco, do Brasil, é de extremo poder e influência, não pode ter atitudes irresponsáveis. Se alguém age com mérito científico e dentro da legislação vigente e é censurado, perseguido ou escrachado, passando a sofrer pressão psicológica, este profissional deve exigir respeito, reconhecimento e reparação judicialmente, junto com um alerta do estado para que altas autoridades, seja lá de qualquer esfera, não procedam de maneira persecutória a profissionais e profissões sérias para não causarem nem um mal estar, como causou o alto clero pernambucano, nem que se crie um confronto, como no caso, entre determinada população doutrinada e ciência consolidada. Seria sensato uma manifestação de alerta expressa a Dom José Cardoso pelo Ministério Público afim de que não fiquem ilesas posturas arrogantes e ofensivas de quaisquer autoridade e/ou liderança . Dom José Cardoso e colegas desrespeitaram preciosa equipe profissional da medicina pernambucana, desrespeitaram instituições que são na verdade (ora que paradoxo!) milagrosas: IMIPE e CISAM e ademais ignoraram o código legislativo vigente brasileiro. Causaram sim um mal estar na opinião pública pernambucana e brasileira com intervenção do Vaticano e pronunciamento vários como o do presidente da república brasileira. Deve alguém usar dos poderes históricos constituídos para fazer valer seus prismas de vida acima de um estado vigente? Ademais democrático como o Brasileiro? A eminência equivocou-se, não há dúvidas. Fica o suspense da sociedade civil pernambucana e brasileira se teremos um reconhecimento público do reverendíssimo ou se devemos mesmo partir para a resposta científica, social e cultural, que, ao meu ver deve ser não o repúdio, mas um silêncio desconcertante ante a um absurdo sem precedentes e esperamos sem procedentes.

W.E. 2008

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário, crítica ou sugestão.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: