Página de Walter Eudes

18/10/2015

CULTURA NORDESTINA: FORÇA NA ADVERSIDADE

Filed under: Arquivo Geral — waltereudes @ 07:28

“O sertanejo é antes de tudo, um forte”. Euclides da Cunha formulou essa conhecida afirmativa de forma conclusiva e não apenas literária. Chega a ser objeto científico de estudo por várias áreas do saber científico a determinação pela vida, do sertanejo, do nordestino. E é pela vitória da adversidade, pela sobrevivência coletiva que eclodem manifestações culturais diversas, consagradas e incorporadas por todo o Brasil e se espalhando pelo mundo. Não só o povo sertanejo, do Nordeste Brasileiro, este a enfrentar grande flagelo natural da região: a seca, mas gentes de outras faixas de biomas do Nordeste, enfrentando outros desafios, vão encontrar no período de colheita agrária típica da região, também período chuvoso, a inspiração natural para criações de arte e cultura que cada vez mais vem se refinando e se diversificando. Cada traço estético do período junino no Nordeste brasileiro tem um fio histórico merecedor de um minucioso e atento debruçar, paciente e dedicado. Estilos musicais completos, inscritos ou a serem inscrito na história mundial da música que, assim como suas respectiva danças correspondentes, constituem corpo completo de estilo artístico tal qual exige a teoria musical. Forró, xaxado, xote e baião fazem parte do estilo junino nordestino que firma-se na primeira metade do século XX, sedimenta-se a partir dos anos 50 no Brasil e adentra no século XXI sendo praticados por grupos musicais e de dança de várias partes do mundo. Mas ritmo e melodia, junto com a dança, não vão ser as características únicas desse estilo musical… some-se os temas poéticos das composições, a linguística em versos, tem-se um perfil profundo do nordestino como um todo. Complexas e comoventes poesias retratam a vida dessa gente, em sucessos e fracassos, alegrias e tristezas, desafios e conquistas, mistérios e costumes. Junte-se a culinária típica da época, trajes e uma rica e bem distinta plasticidade, tem-se um complexo sistema cultural próprio, digno de uma reverência consciente, de que uma região de grande país, pôde estabelecer com seu locus habitat, com seu historicismo, sua economia e política, específica criação coletiva de expressão cultural original e, repita-se, completa.

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário, crítica ou sugestão.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: